FLORAIS PARA CRIANÇAS

Tal qual com os adultos, as crianças também têm seu comportamento fundamentado em necessidades e hábitos e muitas vezes, começam a viver longe de sua própria natureza, criando assim padrões viciados e atitudes negativas que as levam a somatizar doenças no seu corpo físico.

Dr. Bach dizia que, “se uma criança faz um desenho e nós tentamos ajudá-la, dizendo, esta janela está muito grande, ou não seria melhor que fizesse assim, este não será mais o desenho da criança e ela aprenderá a não ser mais ela mesma na vida”. A atitude dos pais deveria se resumir em dar a criança toda a orientação espiritual, mental e física com o máximo de sua habilidade, sempre lembrando que o pequenino é uma Alma individual que veio ao mundo para adquirir a própria experiência e conhecimento em seu próprio caminho, segundo os desígnios de seu Eu Superior, e dar-lhe toda liberdade possível para que se desenvolva sem dificuldades. Cada Alma encarnada neste mundo está aqui com o propósito específico de adquirir experiência e compreensão e de aperfeiçoar sua personalidade com vistas aos ideais da Alma.

O ambiente onde a criança vive e o perfil dos adultos que convivem com ela, é de fundamental importância para a compreensão dos distúrbios da criança e a boa evolução da terapia.  É extremamente importante que, quando uma criança vai ser tratada, que a família também participe da terapia.

Os Remédios Florais têm-se constituído de muita ajuda para muitas crianças com problemas escolares, como ilustra o caso seguinte:
Um menino de oito anos, muito atrasado na escola, não acompanhava os outros em nenhum sentido. Introvertido e desinteressado durante as lições, o seu comportamento em relação aos colegas de classe era pouco sociável, arrogante e imprevisível. Chegava a atacar fisicamente os companheiros e os professores. A escola, comunicou aos pais que ele já não podia ser tolerado na classe e precisava ser transferido para outra escola. A terapia do Dr. Bach foi a última tentativa.
O terapeuta observou o menino por algum tempo, deu a seguinte formulação: Chestnut Bud para o fraco desempenho como estudante, Impatiens pelo comportamento anti-social, e Mimulus para a introversão. O desempenho na escola, o interesse pelas lições e a participação nas atividades da classe foram além das expectativas, mas ele ainda era bruto com os outros, tinha pesadelos e era sonâmbulo. Foi acrescentado na formulação Holly e Aspen. Depois de quatro semanas, o garoto deixou de mostrar-se agressivo, começou a fazer amizades, e passou a dormir à noite sem dificuldade.

Podemos observar alguns tipos mais característicos de crianças e alguns florais para ajudá-las:

Crianças manipuladoras - São aquelas capazes de qualquer coisa para conseguir o que querem dos pais, de professores e amigos. Podem até fazer uma doença repentina só para manipular o adulto.

Alguns Florais:

  • Vine - muito manipuladores, criam doenças
  • Beech - sem nenhuma tolerância
  • Chicory - manipulação dengosa e chorona
  • Holly - para os que se revoltam quando não conseguem manipular

Rescue: Esta composição de flores desenvolvida pelo Dr. Edward Bach pode ser usada para as crianças sempre que elas sofrerem algum choque em família ou na escola. Quando presenciarem brigas e outras situações violentas.

 

 

VÍDEOS

 

 www.floraisterapias.com.br 
facebook.com/floraisterapias

Terapia Floral

www.floraisterapias.com.br
(11) 96964-1696 WhatsApp e Telegram terapiafloral.net@gmail.com
Desenvolvido por Webnode