QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO – Como a Terapia Floral pode ajudar?

A Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS/OMS, aponta a depressão como um transtorno comum em todo o mundo: estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com ele. A condição é diferente das flutuações usuais de humor e das respostas emocionais de curta duração aos desafios da vida cotidiana. Ela pode causar à pessoa afetada um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar. Na pior das hipóteses, a depressão pode levar ao suicídio. Pessoas que passaram por eventos adversos durante a vida (desemprego, luto, trauma psicológico) são mais propensas a desenvolver depressão. A depressão pode, por sua vez, levar a mais estresse e disfunção e piorar a situação de vida da pessoa afetada e o transtorno em si.

Em nossa cultura, o trabalho tem uma conotação muito negativa de ser um sofrimento necessário. A percepção do salário, do dinheiro como único benefício do trabalho, nos leva a valorizar o consumo e nos sujeitarmos a qualquer atividade, ou pelo menos, não priorizarmos nosso desejo de alma na escolha de nossas atividades remuneradas, o que nos tornará insatisfeitos, infelizes e doentes.

O trabalho deve ser uma expressão positiva do ser humano, de gratificação, de prazer, de contribuição, de saúde e de felicidade. No livreto Liberte-se, Dr. Bach chama atenção sobre a missão de cada um, que só pode ser seguida com coragem e consciência, coisa que, na maioria das vezes, não buscamos em nossas atividades remuneradas e nos deixamos iludir por falsas promessas e falsos status.

Cada empresa tem suas características próprias dependendo do setor de atuação, mas as situações adoecedoras são comuns a maioria das empresas. Algumas áreas são mais estressantes e adoecedoras do que outras, como:  área da educação, da saúde, da segurança pública, trânsito, bancos, entre outras.

 

Como a qualidade de vida pode ser definida?

É mais uma questão de qualidade a ser buscada dentro dos programas de qualidade total dentro das empresas. É o tempo de trânsito e as condições de tráfego, entre o local de trabalho e de moradia. É a qualidade dos serviços médico-hospitalares. É a presença de áreas verdes nas grandes cidades. É a segurança que nos protege dos criminosos. É a ausência de efeitos colaterais de medicamentos de uso crônico. É a realização profissional. É a realização financeira. É usufruir do lazer. É ter cultura e educação. É ter conforto. É morar bem. É ter saúde. É amar. É, enfim, o que cada um de nós pode considerar como importante para viver bem.

 

A Qualidade de Vida no Trabalho:

  • Tem como objetivo principal a busca do equilíbrio psíquico, físico e social dos empregados, dentro do contexto organizacional considerando as pessoas como seres integrados nessas três dimensões, por intermédio de ações que refletem em um aumento na produtividade e na melhoria da imagem da empresa tanto no contexto interno, como externamente, levando a um crescimento pessoal e organizacional.
  • É uma compreensão abrangente e comprometida das condições de vida no trabalho, que inclui aspectos de bem-estar, garantia de saúde, segurança física, mental e social e capacitação para realizar tarefas com segurança e bom uso da energia pessoal.
  • Constitui uma forma de pensamento, envolvendo pessoas, trabalho e organização, na qual se destacam: a preocupação com o bem-estar do trabalhador e com a eficácia organizacional e a participação do trabalhador nas decisões e problemas do trabalho.

A Qualidade de Vida no Trabalho é muito mais do que os aspectos ligados a remuneração, deve abranger as necessidades e aspirações humanas que podem variar de cultura para cultura e de acordo com o estilo de vida.

 

Como a Terapia Floral pode ajudar?

Nos momentos de crise, podemos nos beneficiar fazendo tratamento com os Florais de Bach, através do Processo Terapêutico,  ajudará a ampliar nossa consciência, a vislumbrar possíveis caminhos e maneiras de nos fortalecer e aprimorar nossa resiliência e sair dessa crise mais experientes e fortes do que quando entramos nela.

Sessões com terapeutas são indicadas, e têm como intuito fazer com que a pessoa aprenda mais sobre si mesma, compreenda melhor seu comportamento. O processo terapêutico é uma maneira de obter autoconhecimento e, com isso, afastar as crises que possam surgir.

A terapia traz a curto prazo melhoria. Não tem efeito colateral, e não cria dependência.  A pessoa equilibrada e estruturada, enfrentará com muito mais facilidade os desafios próprios da vida e no trabalho, pois tais desafios serão ganhos de experiência e evolução pessoal e profissional.

Em qualquer momento da vida a terapia pode ser útil.  Muito sofrimento e adoecimento poderá ser evitado com a terapia floral. Fazer terapia pode ajudar na busca do sentido, na reflexão sobre si e o seu papel no mundo. É uma grande oportunidade de aprendizado e de autoconhecimento.

 
 


[i] ARELLANO, Eliete Bernal. Qualidade de Vida no Trabalho: como a nutrição está inserida nos programas de QVT. Dissertação (Mestrado). PRONUT, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2004.

[ii] LIMONGI-FRANÇA, Ana Cristina; RODRIGUES, Avelino Luiz. Stress e Trabalho: uma abordagem psicossomática. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

[iii] HUSE Edgar F.; CUMMINGS Thomas G. Organization development and change. St Paul, MN,USA:, West Publishing 1985.

[ii] BRASIL. Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS. Folha informativa: Depressão. Março de 2018.

[iii] NOBRE. Moacyr Roberto Cucê (1995). Qualidade de vida. Arquivo Brasileiro de Cardiologia, volume 64, (nº 4), 1995.

 

 www.floraisterapias.com.br 
facebook.com/floraisterapias

Terapia Floral

www.floraisterapias.com.br
(11) 96964-1696 WhatsApp e Telegram terapiafloral.net@gmail.com
Desenvolvido por Webnode